0

Carrinho

“Quem produziu a minha comida?” É preciso que esta pergunta esteja presente nas nossas cabeças diariamente. E não falamos apenas de saber se estamos a consumir um produto nacional ou estrangeiro, de produção biológica ou convencional. Com a tendência para a concentração de populações em cidades, a proximidade (outrora inquestionável) entre produtor e consumidor perdeu-se por completo. E com isso apagou-se também esta noção da importância da origem dos alimentos.

Para nós, só fazia sentido restabelecer essas ligações directas com os agricultores. Precisávamos de ir ao seu encontro, conhecer-lhes as terras e as pessoas com quem trabalham. Queríamos ver de que forma utilizam os recursos ao seu dispor e aprender sobre os desafios que têm pela frente no dia-a-dia, para assim também entender melhor quando há um contratempo que põe em causa uma encomenda ou entrega. Acima de tudo, sentíamos necessidade de criar uma relação de confiança quase cega que nos deixasse verdadeiramente confortáveis no dia-a-dia.

Com isso em mente, passámos uma boa parte do ano passado a percorrer o país em busca de produtores com quem de facto gostaríamos de trabalhar aqui, na nova casa. Desde logo, tínhamos os princípios bem claros e definidos: um raio de 50 km para produtos frescos e de 500 km para outros ingredientes; modo de produção biológico, consciente; e entregas sem embalagens de utilização única.

O mapa que aqui vês é o reflexo desse trabalho e da importância da origem dos alimentos para o nosso projecto. Além de alimentos, incluímos também outros produtos, como a mesa, a loiça ou os guardanapos, para dar uma visão mais abrangente de onde vêm os principais elementos da nossa casa. É um mapa aberto, em constante mutação. Felizmente volta e meia ainda vamos descobrindo mais alguns produtores alinhados com os nossos princípios.

O nosso mapa de produtores

kitchen-dates_mapa-produtores_site.png

As viagens que fizemos (e ainda fazemos) para conhecer estas pessoas e estes projectos estão entre as experiências mais enriquecedoras que vivemos até hoje com os Kitchen Dates. Este mapa é também um retrato do estado da produção alimentar consciente em Portugal.

Na nossa loja encontras produtos criados por nós com estes ingredientes, como é o caso do semi-curado de amêndoa, da nutarroba ou do pão de trigo barbela.